Alunos de Jequié participarão de da final da 9° Olimpíada Nacional de História do Brasil

BOM EXEMPLO

FOTO: Colégio Matisse: Lara, professor Alexandre, Ana Gabriela e Catharine.

Estudantes do Colégio Social

Dois trios de estudantes de Jequié participarão da grande final da 9ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), que será realizada nos dias 19 e 20 de agosto na Unicamp, em Campinas-SP. Lara Landim, Ana Gabriela Caldas Magalhães e Emilly Catharine S. Bispo representam a cidade pelo Colégio Matisse, enquanto Amanda Martins, Beatriz Ferreira e Mateus Pires pelo Colégio Social, ambas escolas públicas e que têm o mesmo orientador, o professor Alexandre Coelho Pinheiro. Ao todo, 307 equipes foram convocadas para esta etapa. A edição deste ano de 2017, contou com 12.028 grupos, um total de 48 mil estudantes inscritos em todos os estados brasileiros. O Ceará é o estado com maior número de finalistas (119 equipes); seguido do Rio Grande do Norte (60 equipes); São Paulo (37 equipes) e Bahia (24 equipes). Somente os três estados nordestinos (Bahia, Ceará e Rio Grande do Norte) correspondem juntos a 66% do número total de finalistas na competição.

O post Alunos de Jequié participarão de da final da 9° Olimpíada Nacional de História do Brasil apareceu primeiro em Jequié Urgente.

Abrem hoje as inscrições para o Encceja, exame que substitui o Enem

BOA NOTÍCIA

Os interessados em obter certificação dos estudos por meio do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2017 podem fazer a inscrição para a prova a partir da próxima segunda-feira (7), a partir das 10h, por meio do portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira  (Inep). As inscrições são gratuitas e vão até o dia 18 de agosto.

O Encceja é destinado a jovens e adultos residentes no Brasil ou no exterior que não tiveram oportunidade de se formar na idade ideal.
Os candidatos podem obter os diplomas do ensino fundamental ou médio por meio da prova, basta fazer a opção pelo nível de ensino que deseja obter no momento da inscrição. Para pleitear a certificação do ensino fundamental o candidato precisa ter, no mínimo, 15 anos completos na data de aplicação do exame. No caso da certificação do ensino médio é preciso ter, no mínimo, 18 anos completos.

O post Abrem hoje as inscrições para o Encceja, exame que substitui o Enem apareceu primeiro em Jequié Urgente.

JEQUIÉ: Com o tema ¨Ciência em Casa¨, Colégio Modelo realiza uma das melhores Feiras de Ciência da região; Fotos

EDUCAÇÃO COM QUALIDADE

Após ser considerado pela crítica jequieense como uma escola referência na educação do município há algum tempo, com um corpo docente sempre em boa sintonia com a direção e a coordenação pedagógica, o Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães, situado em Jequié, promoveu neste último sábado (05), uma das melhores Feiras de Ciência da região, a temática desse ano foi ¨CIÊNCIA EM CASA¨, devidamente planejada e idealizada no início da Jornada Pedagógica em fevereiro do ano corrente.

Foto: Diretora Rovelina e o vice-diretor Hélio

De acordo com a equipe gestora, formada pela Diretora ROVELINA MACEDO e os vice-diretores, LÁZARO SOUZA e HÉLIO ROCHA, o grande sucesso da Feira foi a junção da harmonia entre discentes e docentes, todos motivados e engajados pela responsabilidade com a educação.

Os estandes e a estrutura montada em vários espaços internos e externos do colégio encantou os visitantes pela organização, qualidade e disciplina dos alunos, que a todo instante preocupavam-se em mostrar cada detalhe das propostas de acordo com o tema específico a eles atribuído.

Um representante do NTE 22 (Núcleo de tecnologia da Educação) relatou a nossa equipe que é sempre uma satisfação encontrar alunos e professores motivados e focados em oferecer o melhor de si para a educação pública, que avança a cada dia na gestão atual, com investimentos e contratação de mão de obra qualificada para atender a uma demanda cada vez mais exigente.

TEMA DA FEIRA: CIÊNCIA EM CASA

EQUIPE GESTORA

  • Rovelina Macedo – Diretora
  • Lázaro Souza – Vice diretor
  • Hélio Rocha – Vice diretor

COORDENADORES DA FEIRA

  • Ana Rosa Braga
  • Luciane Rocha
  • Miguel Agnelo
  • A Feira de ciências foi uma responsabilidade dos professores das disciplinas da Ciências da Natureza; Biologia, Química e Física.

FOTOS DA FEIRA

 

O post JEQUIÉ: Com o tema ¨Ciência em Casa¨, Colégio Modelo realiza uma das melhores Feiras de Ciência da região; Fotos apareceu primeiro em Jequié Urgente.

Processo seletivo para mestrado e pós-doutorado na Ufob tem inscrições abertas

Candidatos podem participar de processo para Ciências Ambientais ou Matemática.

As inscrições para o processo seletivo de mestrado e pós-doutorado em Ciências Ambientais na Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) já começaram. A inscrição é gratuita e o prazo para se inscrever termina no dia 18 de agosto.

Os interessados no mestrado vão concorrer a 20 vagas, sendo 19 delas oferecidas para brasileiros e uma para candidatos estrangeiros. A inscrição deve ser feita por meio do site da Ufob. O processo de seleção é gratuito.

Quem deseja o pós-doutorado no Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), vai concorrer a uma vaga.

Matemática

Já para o mestrado em Matemática são 14 vagas, com foco prioritário para professores da Educação Básica, especialmente em escolas públicas que estão em busca de capacitação.

As inscrições custam R$ 76, terminam em setembro e podem ser feitas no site da organização. Lá, os candidatos deverão informar dados pessoais e de contato, de formação acadêmica, atuação profissional.

As aulas dos dois programas de mestrado serão ministradas no Campus Reitor Edgard Santos, em Barreiras.

Mestrado e Pós-Doutorado do Programa de Pós-Graduação e Ciências Ambientais

Vagas: 20 Mestrado e Uma Pós-Doutorado
Inscrições: Gratuita no site http://www.ppgca.ufob.edu.br
Período: até 18 de agosto

Mestrado Profissional em Matemática – PROFMAT
Vagas: 14, com foco prioritário para professores de Matemática da Educação Básica
Inscrições: R$ 76, no site http://www.profmat-sbm.org.br
Período: até 15 de setembro

FONTE: G1 BAHIA

O post Processo seletivo para mestrado e pós-doutorado na Ufob tem inscrições abertas apareceu primeiro em Jequié Urgente.

O custo do analfabetismo para a vida do indivíduo; Confira

Com base em dados brasileiros, estudo feito pelo economista Ricardo Paes de Barros mostra o efeito do analfabetismo na saúde, na renda e no planejamento familiar do adulto.

A alfabetização é a principal porta de acesso à educação formal. Não há discussão sobre isso. O que não se sabia até pouquíssimo tempo era o impacto da alfabetização no desenvolvimento geral da criança no decorrer da vida. Estudos internacionais começaram a trilhar esse caminho nesta década. Agora, um levantamento liderado por Ricardo Paes de Barroseconomista-chefe do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper, usou os dados do Censo Educacional, do Censo Brasileiro e outras informações do Brasil para mostrar o impacto da não alfabetização na saúde, nos ganhos financeiros e no planejamento familiar de cada indivíduo e de sua família.

O estudo se concentrou no perfil de adulto, homem, de 35 anos. A equipe de Paes de Barros comparou as informações de adultos que tenham largado a escola depois de alfabetizados com aqueles que largaram a escola antes de concluir esse processo. Os resultados mostram que os indicadores são piores em todos os aspectos para o segundo grupo.

Com base nos dados levantados pelo estudo, os pesquisadores chegaram a um índice de qualidade de vida. Essa medição considera que quanto mais próximo de 100% melhor é a qualidade de vida do indivíduo. Para adultos que não tenham concluído a escola, mas sejam plenamente alfabetizados, esse índice chega a 77%. Já para aqueles que não aprenderam a ler, esse percentual cai para 43%. Ao desdobrar esses dados, vê-se que até mesmo a saúde é afetada pela não alfabetização. 

Entre os alfabetizados, a probabilidade de ter uma boa saúde aos 35 anos é de 67%, enquanto entre os não letrados é de 56%. As chances de o primeiro grupo praticar esporte – o que contribuiria para a manutenção da boa saúde – é mais que o dobro em relação ao segundo grupo (45% entre aqueles que foram alfabetizados e 21%entre os que não foram). 

Trabalho e rendimento financeiro são bem mais desvantajosos para os não letrados. Enquanto homens alfabetizados registram 71%de probabilidade de ter um emprego formal, para os analfabetos esse percentual cai para 45%. A renda familiar per capta do primeiro grupo fica em R$ 1.200,00 enquanto a do segundo em R$ 600,00.

As desvantagens trazidas pela não alfabetização alcançam os filhos desses indivíduos. Os números brasileiros evidenciam que a probabilidade de os filhos de pai analfabeto terminarem o ensino médio com até um ano somente de atraso é de apenas 38%,enquanto entre os alfabetizados é de 69%. As oportunidades de acesso à creche e à educação infantil – dois preditores importantes de desenvolvimento adequado na vida adulta – também é menor entre os analfabetos: fica em 54% e 74%, respectivamente, em comparação a 63% e 84% para os adultos que largaram a escola depois de ter aprendido a ler. 

O analfabetismo é um problema que o Brasil ainda não aprendeu a resolver. De acordo com os últimos números oficiais, divulgados pelo governo em novembro de 2016, existem no Brasil 12,9 milhões de pessoas com 15 anos ou mais de idade que não sabem ler. Isso representa 8% dos brasileiros nessa faixa de idade. O Nordeste é a região que concentra o maior número de analfabetos, com 16,1%. O Sul e o Sudeste têm as menores taxas, com 4,1% e 4,3%,respectivamente. No Norte do país, 9% da população adulta não saber ler e no Centro-Oeste esse índice é de 5,7%. “A alfabetização é um meio imprescindível para a realização de todos os direitos humanos preconizados pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, pela convenção do Direito das Crianças, pela Constituição brasileira, por qualquer lei internacional ou nacional sobre direitos do ser humano”, diz Ricardo Paes de Barros. “Não é preciso refletir muito para constatar que esse tema deveria ser priorizado.”

FONTE: ÉPOCA GLOBO

O post O custo do analfabetismo para a vida do indivíduo; Confira apareceu primeiro em Jequié Urgente.

Secretaria convoca 300 professores aprovados em seleção Reda; Confira a lista

A Secretaria da Educação do Estado publicou, neste sábado (29/7), no Diário Oficial do Estado, o resultado final do processo seletivo para a contratação de professores da Educação Básica e Educação Básica no Campo pelo Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). A seleção faz parte do Edital SEC/SUDEPE Nº 005/2017 de 23/02/2017. Ao total são 300 candidatos convocados em caráter de emergência. Os candidatos têm o prazo de 10 dias úteis, a partir da data de divulgação, para comparecer no horário das 8h30 às 12h e das 14h às 17h30, nos seguintes locais: Secretaria da Educação do Estado situada na Avenida Luiz Viana Filho nº 550, 5ª avenida, CAB (Centro Administrativo da Bahia), 1° andar, sala 138, para os aprovados em Salvador.  Os aprovados para o interior do Estado deverão comparecer nas sedes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) a que pertence o município para o qual foram aprovados.  (SEE-BAHIA) Veja lista dos candidatos selecionados e a documentação necessária.

 

O post Secretaria convoca 300 professores aprovados em seleção Reda; Confira a lista apareceu primeiro em Jequié Urgente.

‘Sempre acreditei’, diz ex-doméstica que passou na OAB prestes a se formar em Direito aqui na Bahia

Advogada de 30 anos lembra que era humilhada por patrões e quis mudar de vida. Ela passou no Exame da Ordem meses antes da formatura, que foi na última quarta-feira (26).

A esperança de transformar a vida profissional fez com que a advogada Maria Aloísia Jesus dos Santos, de 30 anos, conciliasse o trabalho de doméstica, que conhece desde a infância, com a faculdade de Direito. Mesmo sem qualquer incentivo familiar para estudar, a jovem da zona rural de Valença, no Baixo Sul da Bahia, não desistiu do sonho. Ela, que mora em Salvador, jamais perdeu uma matéria no período da graduação, e após cinco anos, tempo do curso de Direito, conquistou a tão sonhada formatura na quarta-feira (26).

Aluna dedicada, após madrugadas em claro, Maria estreou no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em fevereiro deste ano e foi aprovada. Ela conta que intensificou os estudos quando soube que poderia fazer o exame antes mesmo de se formar.“Criei uma meta, comprei vários cadernos e comecei a estudar nas madrugadas”, contou. Apesar da conclusão do curso de Direito e da realização profissional, o sonho dela não para. Seu desejo é ser juíza.

“Escolhi estudar porque sabia que seria um desafio para mim e eu gosto de desafios. Eu sempre acreditei que era possível, mas hoje eu sei. Eu vivo isso. Um dia desses, eu era semianalfabeta. Eu vejo que tudo é possível. Sou feliz e realizada. A razão de contar minha história é mostrar para as pessoas que elas não devem desistir”, relata.

Sobre a escolha da profissão, Maria conta que teve a ajuda de testes vocacionais, mas o que contou mesmo foi saber que poderia ajudar as pessoas através da carreira que decidiu seguir. “O Direito é uma profissão bonita, eu vou servir à sociedade e nela [a carreira] vi exemplos de mulheres que me motivaram, como Luislinda Valois, que foi a primeira juíza negra do país. Se ela conseguiu, por que eu não conseguiria também?”, argumenta.

Maria Aloísia percorreu um longo caminho de estudo e superação. Aos 17 anos, ela não havia concluído nem o ensino fundamental. Além disso, a jovem não tinha tempo para estudar, nem dinheiro para pagar a mensalidade de uma faculdade particular.

Determinação foi essencial para alcançar os objetivos. Segundo ela, os obstáculos que iria enfrentar para chegar à faculdade foram a base da motivação.

O advogado, professor e coordenador do curso de Direito da faculdade onde Maria estudou, Vinícius Maia, relata que a colega de profissão era muito dedicada às aulas no período graduação, além de ser concentrada e bastante determinada. “Sempre tem o aluno com o ‘caderno da salvação’ aquele que copia tudo e os colegas correm para tirar cópia perto das provas. Assim era Maria Aloísia, que sempre ajudava seus colegas”, contou.

Ele destacou que a determinação dela era o que mais o surpreendia. “Mesmo diante das adversidades, ela não abandonou seus objetivos, pois tinha convicção de que o estudo não era apenas uma opção, mas o único caminho para que sua vida fosse realmente mudada. Histórias como a de Aloísia alimentam nossa alma como educadores”, disse Vinícius.

Estudo e conquistas

Maria conhece o trabalho desde os 7 anos de idade, quando começou a fazer faxinas em Valença. Aos 17, no ano de 2004, ela se despediu da mãe e da cidade natal com destino a Salvador, quando quatro dos 12 irmãos já moravam na capital e poderiam dar um suporte familiar.

Em Salvador, ela continuou trabalhando como doméstica. Contudo, não se sentia feliz porque os patrões não a tratavam bem – alguns não pagavam o salário, e outros já a humilharam.

“Uma vez uma amiga de uma ex-patroa disse que quem só comia ovo frito não tinha como saber o que era comida boa. Esse tipo de situação foi me deixando tão magoada, triste e comecei a despertar. Vi que precisava mudar de vida”, contou.

Maria conta que apesar do empecilho escolar, por não ter concluído os estudos, ela não desistiu e foi em busca do conhecimento. “Fiz um supletivo, terminei o ensino fundamental e em 2011 concluí o ensino médio. Até a metade do ensino médio fui doméstica, dormia na casa das famílias. Depois disso, passei a ser diarista e a focar no objetivo de ingressar na faculdade. Então comecei a fazer testes vocacionais”, relatou.

Ao concluir o ensino médio, Maria descobriu que queria cursar direito. O desafio seguinte era chegar até a universidade. Maria conta que não tinha tempo para estudar e disputar a vaga em uma universidade federal, nem dinheiro para pagar uma faculdade particular.

“Saí da vida de faxinas e procurei um emprego fixo, com carteira assinada em uma empresa de limpeza, para poder contratar o Fies [Fundo de Financiamento Estudantil] e poder me matricular em uma faculdade particular. Eu só conseguiria o financiamento se tivesse com carteira assinada, que comprovava que eu poderia pagar. Foi a primeira vez que minha carteira estava sendo assinada”, relatou.

Após conseguir 100% do financiamento, ingressar na faculdade e com sonho realizado, os desafios de Maria aumentaram. O trabalho de serviços gerais na empresa fazia com que ela perdesse muito tempo e o rendimento na faculdade começou a cair.

“Fui até a empresa e contei a situação. Mostrei que queria estudar direito e o comprovante das notas baixas. Então eles me removeram do shopping e me colocaram em um banco. Aí já deu para estudar mais [na faculdade] porque o banco é menor, funciona em tempo mais curto que o shopping e lá eu me sentia menos cansada”.

Em junho de 2015 a estudante deixou o emprego para procurar um estágio – mas não poderia sobreviver somente com o salário do estágio, voltou a fazer faxinas. “Eu ia para o estágio de segunda a sexta-feira e fazia diárias nos finais de semana”.

Após passar na OAB, cerca de dois meses antes da formatura, a bolsa-estágio de Maria Aloísia aumentou e ela pôde deixar as diárias. Agora o foco é a vida profissional. “Sei que o caminho vai ser longo, estou só começando, mas não vou desistir e um dia serei juíza. Só não sei de que área ainda”.

FONTE: G1 BAHIA

O post ‘Sempre acreditei’, diz ex-doméstica que passou na OAB prestes a se formar em Direito aqui na Bahia apareceu primeiro em Jequié Urgente.

Escritora norte-americana Angela Davis fará conferência na Ufba, em Salvador

Palestra ocorrerá na reitoria da universidade e deve ser transmitida em telões.

A escritora, professora e filósofa norte-americana Angela Davis fará uma conferência no salão nobre da Reitoria da Universidade Federal da Bahia (Ufba) às 18h de terça-feira (25).

Com tema “Atravessando o tempo e construindo o futuro da luta contra o racismo”, a palestra resulta de uma parceria entre o Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (NEIM/UFBA), com a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). A instituição propôs a vinda da filósofa para ministrar um curso a um grupo de sua comunidade universitária, e a organização feminista Odara, Instituto da Mulher Negra.

Angela Davis é uma das referências no enfrentamento antirracista e do pensamento crítico feminista na atualidade.

A reitoria tem capacidade para receber 400 pessoas. A conferência será transmitida pela TV UFBA, além de telões em três auditórios de unidades vizinhas à reitoria, no campus do Canela.

Conferência “Atravessando o tempo e construindo o futuro da luta contra o racismo”, com Angela Davis

Data: 25/07/2017, às 18h
Local: Salão da reitoria da Ufba, no Canela, em Salvador

FONTE: G1 BAHIA

O post Escritora norte-americana Angela Davis fará conferência na Ufba, em Salvador apareceu primeiro em Jequié Urgente.

Rui Costa autoriza construção de novo Colégio da Polícia Militar em Jequié com 15 salas de aula

+ EDUCAÇÃO PARA JEQUIÉ

Conforme prometido pela primeira dama Aline Peixoto, em visita ao CPM em 14 de setembro do ano passado, o Governador Rui Costa autorizou o processo de licitação do novo Colégio da Polícia Militar de Jequié. A proposta elaborada pelo Ten. Cel PM José Silvério de Almeida Neto, Diretor Militar do CPM/Jequié e a Professora Ana Rita Sandes foi aprovada pelo Secretário de Educação Walter Pinheiro e Coordenadoria dos Colégios da Polícia Militar. O Aviso de Licitação na modalidade concorrência prevê a construção de uma unidade escolar contendo 15 salas de aula. A abertura dos envelopes será no dia 21/08/2017. “Estamos muito felizes com o ato administrativo. O Governador Rui Costa e a Primeira Dama Aline Peixoto foram muitos sensíveis a esta demanda, por conta do número de pais que buscam matricular seus filhos no Colégio da Polícia Militar, devido a seu excelente desempenho acadêmico”, comemorou Ten Cel Silvério. O novo CPM de Jequié terá quinze salas de aula e será construído em terreno na Avenida César Borges.

FONTE: ASCOM DO GOVERNO DO ESTADO

O post Rui Costa autoriza construção de novo Colégio da Polícia Militar em Jequié com 15 salas de aula apareceu primeiro em Jequié Urgente.

Professores da Bahia que optaram por permanecer em atividade receberão ¨bolsa¨ a partir de julho

MAIS EDUCAÇÃO, MAIS QUALIDADE 

Professores da rede pública estadual que preencheram os requisitos para a aposentadoria voluntária, mas optaram por permanecer em atividade serão beneficiados com a Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe. Implementada pela Lei nº 13.595/2016, a bolsa vai beneficiar 883 educadores com R$ 800 para carga horária de 20h e com R$ 1.600 para 40h. “A Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe será deferida por um período máximo de dois anos, podendo ser prorrogada por igual período por uma única vez. É uma iniciativa que reflete os esforços empreendidos pelo Governo do Estado para melhorar a educação pública. Afinal, estamos tratando de professores com larga experiência, profissionais que dedicaram suas vidas à escola e que, portanto, podem optar em continuar contribuindo com a educação e com a formação dos nossos estudantes”, explicou o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro. Como publicado pela pasta no Diário Oficial do Estado deste sábado (15), a medida já está vigente e o primeiro pagamento será na folha de julho.

FONTE: BAHIA NOTÍCIAS

O post Professores da Bahia que optaram por permanecer em atividade receberão ¨bolsa¨ a partir de julho apareceu primeiro em Jequié Urgente.